segunda-feira, 1 de abril de 2013

Irritado, Muricy não esquece vaias na Vila: "gosta de ser chamado de burro?"



Samir Carvalho
 em Santos (SP)



Comentários51
Apesar da vitória do Santos contra o Oeste por 2 a 1, no último domingo, em Bauru, em jogo válido pela 16ª rodada do Campeonato Paulista, o técnico Muricy Ramalho ainda demonstrava irritação com as vaias da torcida após o empate da equipe santista contra o Mogi Mirim no meio de semana, na Vila Belmiro.
“Me diz uma coisa: você (repórter) gosta de ser vaiado? Gosta de ser chamado de burro? Pô, isso não existe. É claro que ficamos chateados”, afirmou Muricy, que fez criticas em relação a postura da torcida.
 “Não me importo tanto, futebol é assim mesmo. Se você ganha, recebe elogios. Se perde, é vaiado. É uma coisa natural no futebol. Não se mede por trabalho, mas sim pelo resultado”, completou.
Muricy fez uma comparação entre os jogos contra Mogi e Oeste para amenizar as vaias da torcida. O treinador destacou o êxito do time no quesito posse de bola na partida que ocorreram as criticas dos torcedores, e ressaltou a fatalidade de sofrer um gol no final da partida.
"Na quinta-feira não jogamos mal, foi a melhor posse de bola que tivemos. E é uma coisa que eu cobro bastante, porque só temos homem de velocidade. Em Santos tomamos castigo no final, aqui foi o contrário. O Paulista é complicadíssimo. Mas no mata-mata que vamos ver os grandes times", explicou.
A vitória contra o Oeste mantém o Santos na terceira colocação do Paulista, com 32 pontos ganhos. O resultado também marcou o fim do jejum de Neymar, que marcou um gol após seis jogos sem balançar as redes. O craque santista também foi alvo das vaias da torcida no meio de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário